Início » Categorias Principais » Projeto Aviador

Projeto Aviador

Muito tem sido falado sobre fatores humanos na aviação, sobretudo após acontecimentos como a lamentável colisão do voo 9525 da Germanwings  de Barcelona rumo a Dusseldorf.

O que pouco havia sido dito ou pelo menos nunca esteve em tanta evidência na mídia e até mesmo diante das autoridades aeronáuticas no mundo foi a real regulação da profissão do aviador. O que existe hoje é uma convenção coletiva de trabalho que regulamenta os aeronautas – profissionais que trabalham abordo de aeronaves exercendo função em voo.

É necessário que o homem também seja elevado aos patamares de segurança que a máquina também atingiu nos últimos 70 anos de aviação desde o fim da segunda guerra mundial. Para que o profissional esteja plenamente seguro em suas atribuições ele deve ser reconhecido. E é nesse sentido que o Projeto Aviador, está alinhando para decolar;

Qual é a diferença entre o profissional aviador e o piloto de aeronaves?

Será que existe oficialmente uma resposta?

Para compreender melhor em que flight level  esse projeto de lei está tentando estabilizar clique aqui… após ler essa matéria

Um dos principais efeitos do Projeto Aviador implica diretamente na segurança de voo, pois a possibilidade de criação de um Conselho Federal de Aviação, como existem os das demais profissões como o CREA, CFA, permite diferenciar de fato, profissionalmente, piloto e aviador, bem como quem voa daqueles que não o fazem de forma profissional, independente de contrato de trabalho, como tem sido o caso da Convenção Coletiva de Trabalho do Aeronautas.

O conjunto de medidas que podem ser tomados a partir das definições contidas e aplicadas na “Lei do Aviador”  visam a criação de uma aviação ética, valorizam os profissionais, desafoga os sistema de aviação, pois determinadas responsabilidades passam a ser dos conselhos, descentraliza a ANAC, que passaria a agir com sua função típica de Agência Reguladora

Lembrando que o Projeto Aviador não é a extinção do que foi conquistado pelos aeronautas através do SNA e conveções de trabalho. É um projeto que visa o amadurecimento da profissão do aviador.

“Valorizar o elemento humano tem começado a permear a mentalidade de pesquisadores, profissionais e autoridades da aviação no mundo inteiro. Nesse sentido, durante a mesa redonda da  IV Jornada Latino-Americana de Fatores Humanos e Segurança Operacional, em Brasilia,  Gustavo Carolino, membro da equipe do Projeto Aviador,  lembrou o principio fundamental do Grupo de Pesquisa do Projeto que diz que “O equipamento mais importante na prevenção de acidentes aeronáuticos é o equipamento humano”, reforçando debates sobre a importância de se atentar sobre formação e educação do humano nos sistemas socio-técnicos, fundamental para que a segurança de voo no mundo atinja níveis mais elevados.”

cropped-projeto-aviador

Projeto Aviador

Aerociencias


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Amigos

O SeripaVI em parceria com o Cenipa e apoio do Senai e várias empresas da aviação e do Aeroclube de Goiás realizou o 4º Seminário de Segurança de Voo no estado goiano. Diversas palestras ilustraram aos participantes os princípios da segurança e prevenção de acidentes na aviação.
%d blogueiros gostam disto: